Notícias

Estados ampliam aposta em presídios terceirizados. Jornal Valor Econômico

“Estados ampliam aposta em presídios terceirizados”, diz matéria veiculada no Valor Econômico.

Nesta Quinta (22/02/2024) foi veiculada matéria no Jornal Valor Econômico abordando a cogestão prisional.
O texto menciona que governos estaduais estão adotando uma política prisional alternativa, com ênfase na terceirização de presídios. Essa abordagem transfere para empresas a responsabilidade pela gestão e construção de unidades prisionais, com apoio do BNDES. Estados como Bahia, Amazonas e Minas Gerais lideram essa iniciativa, onde a cogestão ou Parcerias Público-Privadas (PPPs) já abarcam grande parte da população carcerária. Defensores argumentam que esse modelo agiliza melhorias nas prisões, mas críticos expressam preocupações sobre o lucro em um contexto tão sensível. Enquanto alguns estados avançam nesse modelo, outros enfrentam desafios de resistência política e falta de atratividade para investidores. No entanto, a tendência é de crescimento das PPPs, à medida que se reconhece a necessidade de revisão e aprimoramento do sistema prisional tradicional.

Na matéria, Eduardo Fialho, empresário sócio da Socializa – Soluções em Gestão e presidente do SEMPRE, sindicato de empresas do setor, concorda e diz que os maiores limitadores de investimentos nas PPPs prisionais são a morosidade e dificuldade de financiamento pelo excesso das garantias exigidas do privado. “Na cogestão, a maior dificuldade está no entendimento do Estado quanto ao correto alcance do contrato.” Veja Matéria na [integra no Valor Econômico: https://valor.globo.com/brasil/noticia/2024/02/22/estados-ampliam-aposta-em-presidios-terceirizados.ghtml

Estados ampliam aposta em presídios terceirizados. Jornal Valor Econômico
Estados ampliam aposta em presídios terceirizados.
Arquivos
Conjunto penal de Barreiras promove curso de qualificação profissional
Mutirão jurídico movimenta unidade de Itabuna
Conjunto penal masculino de Salvador realiza ação de odontologia
Colaboradoras do Conjunto Penal de Vitória da Conquista realizam curso do CNJ
Círculo de construção de paz é realizado na unidade de Salvador

Em parceria com o SENAI e SEAP, o conjunto penal de Barreiras promoveu um curso profissionalizante de pedreiro polivalente, com carga horária de 160 horas. A atividade aconteceu no dia

//
12 de julho de 2024

O conjunto penal de Itabuna em parceria com a Defensoria Pública da Bahia, realizou um mutirão jurídico referente ao segundo semestre de 2024. Itabuna é a primeira cidade do interior

//
9 de julho de 2024

A equipe de odontologia do Conjunto penal masculino de Salvador, promoveu uma ação para 114 reeducandos no início do mês de julho. O encontro aconteceu no solário da unidade, com

//
4 de julho de 2024

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), realizou entre os dias 04 e 06 de junho, o 3° ciclo de capacitação online da ação nacional de identificação civil e emissão de

//
25 de junho de 2024

A Justiça Restaurativa realizou um círculo de construção de paz com 487 custodiados do conjunto penal masculino de Salvador. Com início em 19 de junho de 2024, a atividade acontecerá

//
25 de junho de 2024