Notícias

a1

DEFENSORIA CONTA COM REFORÇO DA UNIDADE MÓVEL E ATENDE 193 PRESOS EM MUTIRÃO NO CONJUNTO PENAL MASCULINO DE SALVADOR

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA promoveu nos dias 24 e 25 de julho de 2019, o mutirão de atendimento aos presos provisórios que estão no Conjunto Penal Masculino de Salvador – CPMS, localizado no Complexo Penitenciário, no bairro da Mata Escura. A novidade, desta vez, ficou por conta da Unidade Móvel de Atendimento da Instituição, que, nos dois dias em que ficou estacionada no pátio do local, permitiu que os defensores públicos atendessem a um total de 193 presos dentro das próprias instalações.

Durante o mutirão, nove defensores públicos que atuam na Especializada Criminal e de Execução Penal da Defensoria atenderam aos presos e analisaram a situação processual de cada um deles. “Quando a gente vem para a cadeia, os amigos se afastam. São nestes momentos difíceis que a gente percebe quem quer nos ajudar”, agradeceu M.S.O., enquanto ouvia os detalhes sobre o andamento dos dois processos em que é réu.

Fases do processo? Construção e apresentação das provas? Testemunhas? Alegações finais? Julgamento? Direito a recorrer em liberdade? Como o trabalho e o estudo podem contar para a remição da pena? Saída temporária? Livramento condicional? Estas e outras dúvidas dos presos também foram esclarecidas durante o mutirão. “Eu sei que tem um negócio que pede ao juiz. O que é isso? Quando poderá ser pedido?”, indagou D.C.S., 22 anos, referindo-se ao pedido de habeas corpus.

“Eles não estão esquecidos”

O Conjunto Penal Masculino abriga os presos provisórios de Salvador, da Região Metropolitana e os que vêm de outras cidades do Estado, que foram o público-alvo do mutirão da Defensoria: tinham presos oriundos de Euclides da Cunha, Itaparica, Jeremoabo, Candeias, Catu, Simões Filho, São Francisco do Conde, Dias D’Ávila, Santa Inês e outras cidades. “Eu vou ficar quantos meses dentro desta casa? Quando poderei voltar para a minha cidade?”, quis saber C.A.S., que é de São Francisco do Conde e que calcula, diariamente, o tempo de reclusão: “um ano, nove meses e 29 dias aqui”.

De acordo com a coordenadora da Especializada Criminal e de Execução Penal da DPE/BA, Fabíola Pacheco, o atendimento a C.A.S. e aos demais presos provisórios trouxe resultados positivos. “Tivemos um número expressivo de atendimentos e nosso objetivo foi alcançado: atendemos e fizemos a análise processual destes presos que são do interior e, ficam aqui, provisoriamente, aguardando a sentença. Detectamos que alguns estão há muito tempo e isso configura excesso de prazo e conseguimos a transferência de outros. Nossa missão, como defensores públicos, é atuar na defesa e na garantia dos direitos deles e mostrar que eles não estão esquecidos”, destacou a coordenadora Fabíola Pacheco, que já planeja trazer a Unidade Móvel novamente e realizar novas edições do mutirão em todas as unidades do Complexo Peniten ciário.

Acompanhando de perto o mutirão, o diretor do Conjunto Penal Masculino, Paulo Roberto Salinas, destacou o quanto foi importante a Defensoria promover esta atividade de tirar todas as dúvidas dos presos e permitir que eles saibam detalhes dos processos. “Atividades assim são de suma importância, pois distensiona a unidade, deixa os internos mais tranquilos e permite que eles vejam que a justiça existe. Já é o início da ressocialização do interno, pois ele passa a entender que tem um prazo a cumprir e que, ao sair, ficou o tempo exato que tinha que ficar”, destacou o diretor, que, no segundo dia da atividade, recebeu a visita do superintendente de gestão prisional da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia – SEAP/BA, Major Julio Cesar Ferreira dos Santos, e do superintendente de Ressocialização Sustent ável também da SEAP, Luís Antônio Nascimento Fonseca, e outros diretores e coordenadores da Secretaria, e aproveitou para levá-los para conhecer as dependências da Unidade Móvel da Defensoria.

Além da coordenadora da Especializada Criminal e de Execução Penal da DPE/BA, os dois dias do mutirão contaram com a participação das defensoras públicas Iracema Érica Oliveira Góes Ribeiro, Camila Angélica Canário de Sá Teixeira e Liana Santos Conceição Leão, dos defensores públicos Eduardo Camill Braun Carreira, Alessandro Moura dos Santos, Aldo Sandro Tanajura Sampaio e Juarez Angelin Martins e André Maia de Carvalho Martins, servidores  e estagiários.

 

a6 a5 a4 a3 a2

 


(Publicado originalmente em 
http://www.defensoria.ba.def.br/arquivo/noticias/defensoria-conta-com-reforco-da-unidade-movel-e-atende-193-presos-em-mutirao-no-conjunto-penal-masculino-de-salvador )

Arquivos
Conjunto Penal de Lauro de Freitas promove ação de imunização contra influenza
Colaboradoras da unidade de Vitória da Conquista celebram dia das mães
Conjunto Penal de Vitória da Conquista deu início as comemorações alusivas a semana do Dia das Mães.
Mutirão Jurídico atende reeducandos do Conjunto penal de Lauro de Freitas
Barreiras: Oficina literária e Sarau artístico movimentam rotina da unidade

O Conjunto Penal de Lauro de Freitas, realizou nos dias 13 e 14 de maio, a ação de imunização contra a Gripe/Influenza. A ação contou com a parceria da Secretaria

//
15 de maio de 2024

Na manhã da segunda-feira (13), as mamães colaboradoras do conjunto penal de Vitória da Conquista foram surpreendidas com uma homenagem em comemoração ao dia das mães. A equipe da unidade

//
14 de maio de 2024

Visando acolher, valorizar, homenagear, fortalecer vínculos familiares e presentear, o Conjunto Penal de Vitória da Conquista (CPVC) promove nesta semana um momento especial para quem gera, cuida, educa, dá exemplo

//
9 de maio de 2024

Seguindo o calendário de atividades, o Conjunto Penal de Lauro de Freitas finalizou o mês de abril realizando um Mutirão, que visa auxiliar os internos com questões jurídicas. O atendimento

//
30 de abril de 2024

Um evento literário promovido pela equipe do Conjunto Penal de Barreiras, contou com a visita de Alex Giostri, Editor, escritor, e coordenador de oficinas literárias em SC e BA. O

//
29 de abril de 2024