Conjunto Penal de Itabuna é destaque nacional em concurso de redação da Defensoria Pública

O Conjunto Penal de Itabuna garantiu as primeiras colocações na Bahia e no Brasil no 6° Concurso de Redação da Defensoria Pública da União. Na Bahia, o desempenho dos participantes colocou o CPI em primeiro lugar entre todas as instituições e, no Brasil, alcançou a segunda colocação geral na categoria Estabelecimento de Privação de Liberdade, que avalia as unidades que obtiverem o maior percentual de participação dos internos no concurso de redação.

O tema da redação foi “Entre o céu e o asfalto, onde está a dignidade da população em situação de rua?”. De acordo com a professora Rute Praxedes, o tema permitiu que os candidatos soltassem a criatividade a partir das vivências e daquilo que trabalham em sala de aula. “As redações de nossos alunos foram realmente muito boas, e o reflexo disso foram as colocações que alcançaram”, observa a educadora.

Os reeducandos, que têm os nomes preservados, também comentaram sobre o concurso: “Participar desse concurso de redação e ser vencedor me fez entender que sou capaz de conquistar meus sonhos e objetivos”, declarou o primeiro colocado. Para o vice-campeão, participar do programa de Remição pela Leitura fez toda diferença. “O programa nos proporciona, além da remição, o conhecimento que adquirimos por meio da leitura dos livros. E a leitura nos leva a compreender o mundo, ampliar nosso conhecimento e viver novas experiências”. O terceiro colocado recebeu a liberdade durante o certame.

“Esse programa oferece oficinas de leitura e redação como forma de auxiliar no conhecimento e promover a redução da pena, de acordo com a legislação. O reeducando terá descontados quatro dias de pena a cada obra lida, com comprovação por meio do Relatório de Leitura, atestado pelo Juízo da vara de Execuções Penais”, esclarece o diretor do presídio, major Adriano Valério Jácome da Silva.