Conjunto Penal de Lauro de Freitas comemora o Dia do Homem

No dia 17 de julho, as equipes de Psicologia e Terapia Ocupacional da Socializa, no Conjunto Penal de Lauro de Freitas, comemoraram o Dia do Homem junto aos Monitores de Ressocialização. Todas as atividades respeitaram os protocolos de segurança para a prevenção da COVID-19.

Ao todo, 28 monitores participaram da palestra e grupo terapêutico realizados durante o evento nos turnos matutino e vespertino. Os monitores puderam discutir, junto aos profissionais da Unidade, “O que é ser Homem em nossa contemporaneidade?”, discutindo e colocando em dúvida práticas realizadas diariamente, fundamentadas no questionamento que a autora do livro “O mito da masculinidade – Uma armadilha para ambos os sexos”, Olivia Gazalé fez durante a palestra exibida “O que sobra de nós se desconectarmos do mito da virilidade? ”. 

Para o monitor de Ressocialização Marcos Caldas, o encontro foi um divisor de águas: “A palestra nos mostrou que precisamos ter atenção à nossa saúde, porque nós negligenciamos pelo dia a dia. O vídeo foi bem colocado, mostra nossa sociedade machista, não sabemos dar valor às mulheres, nossas companheiras. Tentarei mudar nesse quesito, sem querer reproduzimos o machismo.”

O evento é uma das ações do calendário de atividades de Ressocialização e Responsabilidade Social Corporativa desenvolvidas pela equipe multidisciplinar da Socializa na Unidade.