ENCERRAMENTO DO JANEIRO BRANCO NO CPMS

As ações destinadas ao Mês de Prevenção à Saúde Mental, voltadas para importância da Campanha Janeiro Branco, foram encerradas no Conjunto Penal Masculino de Salvador após a realização de diversas atividades.
Envolvendo os setores de Psicologia, Terapia Ocupacional e Educação Física, foram realizadas atividades multidisciplinares nas salas de aula unificando as Práticas Corporais Esportivas com as Oficinas Terapêuticas de Mandalas.
Os internos demonstraram alegria, descontração e pensamentos positivos, externando lembranças de infância, reconstrução de laços sociais e/ou laborativos, através das próprias falas e representação de pinturas nas mandalas.
Estas oficinas proporcionam expressões corporais e das emoções, criatividade, autocrítica, relaxamento, reconhecimento corpo mente, minimizando o sentimento da privação de liberdade. A mandala significa círculo, mas possui outros significados, como círculo mágico ou concentração de energia. Universalmente as mandalas são símbolos de integração e harmonia.
O ciclo de oficinas foi finalizado com uma exposição artística das pinturas de mandalas feitas pelos internos. Também foi realizado acolhimento às famílias com orientação de prevenção à saúde mental e informações de atendimentos psicológicos gratuitos ou de baixo custo, com distribuição de cartilhas aos mesmos.
Ainda relacionado à campanha Janeiro Branco, o CPMS realizou um Mutirão de Psiquiatria com a voluntária, Drª. Ângela Zaminut, através de consultas psiquiátricas, tratamento medicamentoso, prescrição diagnóstica e encaminhamentos ao setor de Psicologia.

qa3

qa2

qa5

qa4