CONJUNTO PENAL DE LAURO DE FREITAS NA COPA DO MUNDO 2018

“Nossa ideia é que o acesso aos jogos melhore a interação e comportamento dos reeducandos, contribuindo com reflexões morais para que as relações interpessoais possam ser pautadas pela reciprocidade e o respeito mútuo.” [Ana Reis – Enfermeira Responsável Técnica da Socializa no CPLS]

Existe em torno do esporte um discurso bastante disseminado sobre suas potencialidades no trato com valores éticos e morais. Embutida nesse discurso a Socializa promoveu durante os jogos da Copa do Mundo 2018 momentos de integração para os reeducandos do Conjunto Penal de Lauro de Freitas.

A iniciativa promoveu, além da diversão a transferência para os 430 reeducandos do CPLF dos valores transmitidos pelo esporte, através da exibição dos jogos oficiais da seleção brasileira.

“Nossa ideia é que o acesso aos jogos melhore a interação e comportamento dos reeducandos, contribuindo com reflexões morais para que as relações interpessoais possam ser pautadas pela reciprocidade e o respeito mútuo.” – explica a Enfermeira Responsável Técnica da Socializa no CPLS, Ana Reis.