EM PARCERIA COM INSTITUTO PEDRO MELO, CONJUNTO PENAL MASCULINO DE SALVADOR INICIA MUTIRÃO PARA EMISSÃO DE DOCUMENTOS DE IDENTIDADE

O Conjunto Penal Masculino de Salvador, por meio do setor de serviço social da unidade, sob a responsabilidade das assistentes sociais da SOCIALIZA, Tania Silva e Jaqueline Rigaud, iniciou nesta segunda feira, 12/03, em parceria com o Instituto Pedro Melo, à confecção de documentos de identidade civil dos reeducandos do Conjunto Penal.
De acordo com as assistentes sociais, é feito um levantamento, entre a população carcerária, sobre aqueles que não têm documentos pessoais. Segundo elas, boa parte chega ao sistema prisional sem ter ao menos a certidão de nascimento, “A maioria deles é registrado, mas não tem a certidão ou qualquer outro documento físico em mãos. Infelizmente sempre nos deparamos com uma maioria sem documentação pessoal”, afirmou Tania Silva.
“Fornecer gratuitamente o documento de identidade para a população carcerária faz parte da política de reintegração social da Secretaria de Administração Prisional e Ressocialização – SEAP, para o resgate da cidadania do indivíduo preso”, completou o diretor do CPMS, Sr. Paulo Salinas.
A segunda etapa do projeto contemplará a emissão do CPF, através do convênio já firmado com a Receita Federal. A expectativa é atender a toda população carcerária do CPMS com as ações referentes a documentação pessoal.

 

pr1

pr3