CONJUNTO PENAL DE LAURO DE FREITAS REALIZA EMISSÃO DE CARTEIRAS DE TRABALHO PARA OS REEDUCANDOS

Partindo do princípio que todas as pessoas devem possuir os documentos pessoais que são de cadastramento obrigatório para que se possa ser tido como cidadão na sociedade em que vive, O Conjunto Penal de Lauro de Freitas, em parceria com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/BA), realizou nesta quinta-feira (18) um mutirão para confecção de CARTEIRAS DE TRABALHO dos reeducandos da unidade.
A finalidade da Carteira Profissional é documentar toda a vida do empregado, gerando com as suas anotações, direitos inerentes a sua atividade laborativa, ou seja, é através das anotações contidas na CTPS, que o trabalhador adquire seus direitos trabalhistas.
A assistente social da empresa SOCIALIZA no CPLF, Wérika Alves, analisa essa ação de forma muito positiva por tornar possível a ressocialização dos internos e possibilitar o acesso destes à cidadania. “Retirar a documentação é viabilizar a cidadania. Muito presos nunca tiveram acesso nem mesmo a carteira de identidade, então não dá para exercer a cidadania sem possuir documentação. Os reeducandos, só terão acesso a alguns direitos dentro e fora da prisão se possuírem a documentação necessária. Então hoje, temos aqui um momento muito importante que vem a somar, visto que emissão de RG e CPF já são procedimentos padrões para o setor de assistência social no Conjunto Penal de Lauro de Freitas ” disse.
O Conjunto Penal de Lauro de Freitas se destaca no quesito viabilização de documentação para todos os reeducandos da unidade, em 2017 foram emitidos aproximadamente 250 documentos.

c6

c3

c2

c5

c4