NOTA À IMPRENSA

Com relação às matérias disponibilizadas ao público, pela internet, a SOCIALIZA EMPREENDIMENTOS E SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO LTDA, na qualidade de empresa que operacionaliza, em regime de cogestão, o Conjunto Penal de Vitória da Conquista, vem reiterar seu compromisso com a qualidade de sua atuação em estabelecimentos penais e o controle efetivo sobre o quadro de pessoal alocado a estes serviços, informando que as prisões em flagrante dos monitores de ressocialização anunciadas são fruto do monitoramento de câmeras do CFTV – feito pela SOCIALIZA, revelando-se assim o cumprimento das normas de segurança e vigilância da Unidade.

A empresa esclarece ainda que a operação – objeto da matéria – foi desencadeada pelo Serviço de Inteligência Interno da SOCIALIZA que, uma vez detectadas atitudes suspeitas em violação de normas praticadas pelos indivíduos citados, acionou, como lhe cabia fazer, o Diretor do CPVC para atuar no campo de suas atribuições, permitindo-lhes a prisão em flagrante e que a Policia Militar, na sua competência repressiva, apresentasse os detidos e os eventuais materiais ilícitos à Autoridade Policial, que investigará os fatos.

A SOCIALIZA informa ainda que, à época da seleção e contratação dos indivíduos detidos, estes se mostraram aptos para as atividades, através dos critérios determinados pelo Estado, com apresentação da documentação completa, inclusive submetendo-se a investigação social e de antecedentes criminais.

Por fim, a SOCIALIZA assegura que não coaduna, em hipótese alguma, com ações, atos e condutas contrárias às leis, encontrando-se, à disposição, para prestar esclarecimentos que sejam necessários às autoridades competentes, e o apoio necessário à elucidação do caso.

Atenciosamente,

SOCIALIZA EMPREENDIMENTOS E SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO LTDA